domingo, setembro 18, 2016

A Propósito de um Livreco Prestes a Entrar nos Escaparates

Há canalhas esperançados em aumentar as suas finanças pessoais, pois julgam- se de outra estirpe social e escrevem não só nos média, mas também escrevem livros, ultrapassando o grotesco, ferem memórias de quem já não faz parte do grupo dos vivos. E, como não bastasse, pegam no papalvo do mote da coisa e vai de apresentá-lo. Saia um cházinho de canastra, que a coisa renderá muitos cêntimos e o outro ficará alegre de ter passado a vida a lixar os outros, sem olhar a meios e por ser trazido de outra forma à estampa. Será?...Ações de 2 canalhas parasitantes, perante uma sociedade que consome filmes irreais, até ao ponto de se deixar espezinhar. A vida tem coisas...

terça-feira, setembro 13, 2016

A Primeira Chuva de Outono


Choveu de noite. Não foi mais do que o anúncio do Outono a brotar da barriga da mãe natureza,por daqui mais uns dias. O sol, esse lento bico queimador do verão já nasceu, parecendo dizer: "pessoal que ainda não gozou férias, ide até à praia, ou visitar centros do vosso interesse, porque estarei convosco mais um poucachinho".
O Sol afirmou,ainda: como o ano que atravessamos é bissexto, ainda por cá ficarei mais uns dias, só para contrariar o esventrador de árvores, que na noite passada se fez recordar ao soltar pingos mictórios fortes, como a reafirmar: desta fez foi só para limpar o pó das ruas e marcar alguns caminhos nos campos,como lhe é próprio.
Olhem, Verão e Outuno, deixem-se de disputas. Entendam- se. Não sejam refilões! Todos o que mais queremos, passados mais uns tempos, é recomeçar a viver o tempo natalício.Temos a necessidade de vencer o logro de que vivemos em paz! Salvar-nos-à a reunião da família nos dias mais próximos do Natal. Será para muitos, em tempos de emigração forçada, na busca de melhor subsistência, o centro fulcral de um convívio de muitas saudades acumuladas e de muitos ósculos em atraso. 
Finalmente, um desejo! Que esse convívio transmita solidariedade para os que nada têm e para todos a quem a solidão bateu há muito à porta e, parte da sociedade hipocritamente pretende esquecer. Na verdade, a partir de hoje, estamos à encetar um novo período, no tempo.
Um bom dia para todos.

domingo, agosto 21, 2016

Curto e Grosso

A grande merda, que foi sempre o Bloco Central, segundo o que palpito, destruirá a geringonça. É pela união do centro político que corre o caminho para a corrupção com a bênção da Opus Dei e da daqueles que usam a Maçonaria de forma reles e tantas vezes ordinária. Têm dúvidas?...olhem para a bronca dos nomeados da Caixa Geral Depósitos. PS, se quiseres, serás capaz: exporta a tua tralha bafienta para os laranjas, mestre de destruírem portugueses focinhando na Banca.

quinta-feira, agosto 18, 2016

A postura dos Partidos!

Aquela coisa do Congresso do MPLA está a fazer-me uma certa impressão aos neurónios e a levar-me a gritar por Liberdade. Todos os Partidos, à excepção do BE foram ver entronizar por mais uns tempos o velho ditador de Angola. Percebe-se?...eu não percebo. Para além de desonestidade política, haverá muita desonestidade intelectual e moral. Porra, ò gentinha das nossas hostes partidárias tenham respeito por vós próprios, pelos estatutos dos vossos Partidos e pelo povo votante e honesto que vos elege. Sede homens e mulheres! Entende-se porque é que a classe política anda cada vez mais pelas ruas da amargura, armada em prostituta séria, afastada dos seus votantes. Se se move por interesses próprios e/ou de ordem económica, ide para casa. Há meios de o fazer de forma digna, justa e socialmente aceite. Palpita-se na rua o desejo de levardes com uma vassourada bem grande em cima. Outra gente, ou outros Partidos surgirão, estou de crer, a Democracia é que não tem a culpa da vossa existência e não necessita de mini ditadores encapotados.
À laia de exemplo do falhanço dos fazedores de política, recordo: nos fogos do Caramulo de há 3 anos, foram prometidas por quem estava no Governo indemnizações compensatórias às vitimas desse flagelo. Já foram pagas? Pelo que sei e foi noticiado ainda não. Estamos mesmo a ver que às vitimas deste ano vai acontecer a mesma coisa, a não ser que haja necessidade de empreendimentos de vulto. Verificando-se, correrá muito dinheiro desalmadamente para onde não deve.
Somos um País de gente que abusa do gozo do poder pelo poder, sem deixar de ser pessoal muito "bem intencionado".
Muito há a esperar da classe política, mas urge mudar de atuação, se assim não for teremos que ser nós a corrê-la. Poderá demorar tempo, mas vai acontecer. A Juventude desiludida com o futuro (já é muita!...), será a espinha dorsal para a mudança, estou de crer. Pena não ter tempo para ver essa nova madrugada de Abril. O tempo corre e a idade não pára, todavia acontecerá.

quarta-feira, junho 15, 2016

A ADSE a "Boar"....

A Isto a Democracia que os Órgãos da República tomam conta não dirá nada? Há gente a precisar de bater com os costados no Tribunal...e, se houver gentalha a fazer o tal desvio, o caminho salvo melhor opinião será cadeia. É assalto aos descontos dos trabalhadores do Estado que descontam para esse Subsistema de Saúde, cujo montante anual a pagar pelos seus beneficiários ronda o valor de um bom Seguro de Saúde.

terça-feira, junho 14, 2016

Penso a sério!...


Um Estado democrático faz-se com os democratas desse país e sabemos que todos os frutos da Economia conseguida devem estar ao serviço dos cidadãos. Aconteceu em Portugal no anterior regime fascista e agora essa Economia é colocada ao Serviço do grande capital e dos Banqueiros, que a fazem sair de Portugal para "engordo" próprio - para não lhe chamar actos de ladroagem. Os Bancos e a CGD necessitam constantemente de ser recapitalizados. Pergunto: porque é que em Portugal os Banqueiros assinalados por roubalheira não são julgados atempadamente? O tempo passa e quase sempre são absolvidos-são gente, sobejamente conhecida, de colarinho branco, apta a voltar para o mesmo "métier" quando menos se esperar para voltarem a ensinar os mais novos a "desviar".
Pensando e repensando julgo, de certeza, que a Democracia por cá é varrida para debaixo na mesa. Logo, sou levando a cogitar que os agentes judiciários e políticos não passarão de um conjunto de crápulas, a esventrar economicamente o País. Isso deve passar a ser com os portugueses que se importam com a ordem democrática. Ando farto ( e sente-se na rua) de colonistas e comentadores de boas palavras, onde falta a ação no que toca à denúncia e à verdade. Estou de crer que a vez dos cidadãos chegará depressa, se as coisas não forem para o caminho desejado há muito pelas gentes do povo.

segunda-feira, maio 16, 2016

Mais que um Desabafo!...

Porra, está merda-no dia seguinte ao fim do Campeonato de Futebol de Onze, só dá futebol, matéria muito importante para pensar. Estou para ver o que acontece quando esta "coisa" virar para o lado da corrupção. Parabéns aos benfiquistas. Eu de todo vou deixar esse mundo da bola de milhões, que muitos tesos e arremediados bajulam. Já fiz o mesmo com as touradas. Uma sociedade que se quer harmoniosa dispensa ópios que levam as pessoas aos fundamentalismo e ao colocar-se a apoiar um mundo canalha. Passem todos bem, respeito-os(as) e se não gostarem de mim desaminguem-me. Tantas vezes, estar sozinho faz muito bem. Eu vivo! Tolero a religião, as touradas e agora o futebol...Para mim são ópio. Isto é de hoje? Direi talvez, terá os últimos quatro anos! Quem me conhece de perto, certamente não ficou pasmado. Sou eu, ninguém.